Biel faz desabafo um ano após polêmicas!

Por

Gente, vocês acreditam que já passou 1 ano daquelas polêmicas todas com o Biel?! Pra quem não lembra, ele foi acusado de assédio à uma jornalista do IG e depois foi acusado de atropelamento e omissão de socorro. Ele chegou a pedir desculpas publicamente, mas o negócio foi tão tenso, que ele acabou sumindo. Um ano após tudo isso ter acontecido, ele resolveu fazer um super desabafo sobre tudo o que aconteceu. Em seu canal do Youtube ele disse o seguinte: “A partir daí eu comecei a pensar mais com a minha cabeça e parei de dar tanto ouvido pra que só queria dinheiro, dinheiro e dinheiro. Eu voltei a ter mais contato com a minha família, voltei a ter meus amigos de volta, eu voltei a ter contato com os verdadeiros valores da vida, que tinham escapado do meu ser com tanto jogo de interesse e maldade ao meu redor (…) tenta você sair da casa dos seus pais com 17 anos pra trabalhar no mundão, já ganhando toneladas de dinheiro, sem conhecer limites. Você acaba se deixando levar pelas situações, mesmo sabendo que lá no fundo te faz mal, mesmo sabendo que lá no fundo, pode te fazer mal. Você se deixa levar pelo simples prazer de ter cada vez mais, querer sempre o melhor carro, a maior corrente, o combo mais caro, a melhor mulher (…) qual era a minha preocupação com 15 anos?! Minha única preocupação era assistir ‘Pânico na TV’ e assistir vídeos de Youtubers que falavam bosta. Eu devo me desculpar por ter sido um adolescente também?! (…) Eu não falei ali no começo que só agora eu to tomando as rédeas da minha vida?! Eu posso ter demorado 365 dias pra aprender que um contrato, ele te paga R$1000 reais por um beijos, mas ele pode pagar R$0,50 centavos pela sua alma. Aquele tempo longe das redes sociais e aquele vídeo de pedido de desculpas medíocre, não foram decisões minhas, nem palavras. A minha vontade era ligar a primeira câmera que eu visse na minha frente quando tudo começou a acontecer, pegar meu violão e cantar a música que eu tinha feito. Mas não deixaram, tiveram medo de que algo que eu falasse fosse usado contra mim. Muito engraçado né? Eles se preocuparem com isso naquele momento. Tudo tava sendo usando contra mim. Sendo que até uma pessoa que caiu de moto atrás do meu carro, quando viu quem tava no carro da frente, foi correndo na delegacia alegar atropelamento e omissão de socorro. Omissão de socorro?! Que que eu fiz? Eu cheguei na delegacia e falei ‘Ok, agora eu to sendo acusado de atropelamento e omissão de socorro, eu só quero que você vá no meu carro e ache um arranhão se quer.’ O arranhão não foi encontrado, e eu fui imediatamente liberado. Só que nesse meio tempo já tinham 100 jornalistas na porta da delegacia, e mais 100 matérias publicadas falando que eu sim, atropelei e que sim, omiti socorro (…) Aquele valor, não era muito grande pra mim, e pra ela, pra pessoa que já devia tá super decepcionada de não ter conseguido tirar indenização devia ser. E eu não to aqui pra decepcionar mais, eu não to aqui pra fazer o mal pra ninguém. Muito pelo contrário, eu comecei nisso tudo pra fazer o bem (…) Eu errei. Esse erro proporcionou tudo que vocês sabem, até um pouquinho mais né. Você não ficou sabendo de 5% do que aconteceu nessa história toda. É fácil julgar um caso apenas lendo, de pessoas que escrevem e que na hora que estão escrevendo, só querem veicular o que tem de pior, sem se preocupar em falar o que é certo e o que é errado. Simplesmente pela liberdade que tem, infelizmente ou felizmente não sei. E você só tem aquele material pra julgar. Porque quem realmente poderia falar o que aconteceu, não pode falar. Me fala você. Se tivessem músicas pra cantar, falando que você é melhor que Bruno, César, Márcio, Fael e que nada tem sabor depois que provam de você, e se tivessem te colocado no lugar do Biel, te dando esse tipo de música pra cantar, que tipo de entrevista eles esperavam que você fosse dar? Se te dão essas músicas pra cantar, porque te dá dinheiro, querem que você fala o que na entrevista? E eu tava sendo comparado a estuprador, por ter entrado num personagem que eu tive que entrar, porque dava dinheiro. Então pra julgar uma história, tenta conhecer primeiro, não julga o livro pela capa.” EITA!

Aqui ele:

FOTO VIA INSTAGRAM

Comente com o Facebook

comentários

Você pode gostar